Maçonaria

É uma fraternidade Universal, de cunho iniciático,, cujos membros congregam-se em locais denominados "Lojas Maçônicas", nas quais buscam, através do trabalho, o crescimento do homem, para que ele possa ajudar a Humanidade a ser mais Feliz, construindo uma sociedade mais Justa e Igualitária.
Há, pelo menos, quatro séculos, reunindo homens de bem, de diferentes classes sociais, raças, posições políticas e credos, a Maçonaria também chamada Ordem Maçônica é, antes de qualquer coisa, uma fraternidade universal, devotada totalmente ao desenvolvimento humano e à pratica do bem, herdeira de tradições diversas de mais de 5.000 anos.
A Maçonaria não é uma religião, mas exige de seus membros a crença em um único princípio criador, regulador, absoluto, supremo e infinito ao qual denomina Grande Arquiteto do universo. Aceita em seus quadros tão somente homens livres e de bons costumes, maiores de 21 anos, sem distinção de raça, credo ou posição social.
Seu objetivo maior, sempre lembrado, é o desenvolvimento em todas as suas esferas – do potencial humano de cada um dos seus membros e a constante melhoria da humanidade no seu todo. A Maçonaria encoraja os seus membros, bem como familiares, a serem bons cidadãos e a escolherem os seus meios próprios e legais de expressão política. Todavia, ela não é uma organização política. Os Maçons são dedicados a se tornarem melhores homens, sejam como cidadãos, chefes de família, como profissionais ou em todas as suas demais relações com a humanidade.
A Maçonaria é uma organização que exige dos seus membros a observância de rígidos princípios éticos e morais, destacando a fraternidade entre os homens, a tolerância, o respeito às leis e às autoridades constituídas e a busca incessante da verdade. Em suas Lojas, são constantemente expostos a sessões de instrução e estudos nas quais esses princípios éticos, morais e espirituais são ensinados e debatidos. Preservam e praticam ainda o patriotismo, e obras de beneficência.
A Maçonaria não é uma sociedade secreta. Esta é uma noção equivocada a respeito da Ordem, difundida desde os primórdios de sua organização. A maçonaria tem muito de suas realizações, feitos e locais de suas reuniões amplamente conhecidos. Muitos Maçons fazem questão de exibir os símbolos da Ordem em seus distintivos de lapela, anéis, chaveiros e outras jóias, fazendo-se identificar publicamente com ela. As Lojas, as Potências Maçônicas e as organizações para-maçônicas têm seus documentos legais registrados, como qualquer pessoa jurídica em Cartórios de Títulos e Documentos publicados em Diário Oficial.
Muitos livros têm sido editados sobre a Maçonaria revelando seus símbolos, rituais, filosofia, Constituições e Regulamentos. Esses podem ser facilmente encontrados e consultados nas livrarias e nas centenas de bibliotecas públicas espalhadas pelo país.
A verdade é que os Maçons têm meios que lhes são próprios de mútuo reconhecimento e realizam cerimônias privada, que, por óbvias razões, não são acessíveis aos não maçons. Muitos homens de bem, de diferentes classes sociais, tem pertencido à Maçonaria. Políticos, governantes, artistas, empresários, lideres religiosos, intelectuais, militares, educadores e benfeitores da humanidade são contados entre os maçons.
Nesse sentido, a Maçonaria proclama, como sempre o fez, desde sua origem, a existência de um princípio criador, sob a denominação de GRANDE ARQUITETO DO UNIVERSO
Proclama a LIBERDADE de consciência como sacratíssimo direito do homem.
Não impõe limite à investigação da Verdade e é para garantir esta liberdade que exige de todos os seus membros a maior tolerância.
Honra o trabalho em sua forma honesta e o tem por dever,a que nenhuma pessoa válida pode fugir.
Proscreve qualquer discussão sectária, dentro dos seus Templos ou fora deles, em nome da Ordem.
Condena o despotismo e trabalha, incessantemente,para unir a espécie humana pelos laços de FRATERNIDADE.
Prega o culto à Pátria, exige respeito absoluto à família e não admite a menor ofensa nem a uma nem a outra.
Todo pensamento maçônico deve ser criador. Essa atitude mental engrandece o espírito e fortifica o coração. Cada Maçom, parte viva dos Irmãos,concorrerá para assimilar o ideal da Ordem e desenvolvê-lo na capacidade de sua inteligência.
A Maçonaria é acessível aos homens de todas as classes, crenças religiosas e convicções políticas, com exceção aquelas que privem o homem da liberdade de consciência e exijam submissão incondicional a seus chefes. Em seus Templos aprende-se a amar e a respeitar tudo o que a virtude e a sabedoria consagram.
Os ensinamentos maçônicos, induzem seus adeptos a dedicarem-se à felicidade a seus semelhantes, não porque a razão e a justiça lhe imponham esse dever, mas porque o sentimento de solidariedade é qualidade inata, que os faz filhos do Universo e amigos de todos os Homens.

HISTÓRICO
A Maçonaria é uma das Instituições mais antigas em atividade no mundo. A sua forma atual surgiu em 1717 na Inglaterra, suas origens institucionais são da Idade Média, entretanto, suas origens filosóficas vão além, pois a Maçonaria é guardiã dos princípios de ética e moralidade que desde o nascer da humanidade tem permitido a esta sua constante evolução.
Não se sabe exatamente como nem quando começou. Para muitos estudiosos ela originou-se das antigas escolas de mistérios, no antigo Egito, por volta de 3.600 a.C. Para outros, ela surgiu na Idade Média com as corporações de construtores das catedrais e castelos. Há evidências, segundo outros autores, de que ela foi influenciada, em seus primórdios, pela Ordem dos Cavaleiros Templ´[arios, formada em 1118 para ajudar e proteger os peregrinos emsuas viagens à Terra Santa.
No Brasil a Maçonaria torna-se uma instituição em 1822, na cidade do Rio de Janeiro e, hoje está presente em todo o território nacional.
A Maçonaria se preocupa com os problemas nacionais e internacionais, usando de sua influência e participação para minorar o sofrimentos dos povos, sem distinção de qualquer natureza. Ela é parte integrante da História pátria e universal, os Maçons sempre estiveram presentes nos grande eventos, defendendo a trilogia "LIBERDADE-IGUALDADE-FRATERNIDADE"
Na história universal destacamos a participação da Maçonaria na Independência dos EUA, na Revolução Francesa, na libertação das Colônias Hispano-americanas, na divulgação e luta pelos estados de natureza política republicana, com o adoção da divisão dos poderes em legislativo, judiciário e executivo.
No Brasil a Maçonaria tem tido relevante papel histórico, dentre os quais destacamos: A participação em vários movimentos de emancipação pátria, que antecederam a Independência; a Independência do Brasil de Portugal; o fim da escravatura; a Proclamação da Republica ( 90% do primeiro gabinete republicano era composto de Maçons , além da constante luta pelo aperfeiçoamento de nossas instituições e sociedade.
A Maçonaria tem ao longo de sua história dedicado-se ao aprimoramento do homem, buscando sempre a melhor forma de sua inserção no meio social, para tanto criou algumas organizações paralelas que visam atingir toda a Família.
FONTE: GLMMG

Fotos